Para torcer sem medo

Em tempos de Copa do Mundo é bom rever alguns pontos de segurança fundamentais para festejar sem sustos

Jogos do Mundial de futebol trazem mais animação do que o normal, mas também maiores riscos relacionados à segurança. Por isso, é fundamental que o condomínio redobre a atenção com relação a este item.

O primeiro ponto é que, com um potencial aumento de visitantes no prédio, moradores e funcionários devem ficar alertas quanto às regras internas de segurança, que continuam valendo.

“Vai existir o aumento do fluxo de pessoas, mas a portaria deve estar preparada e com atenção redobrada, pois a maior vulnerabilidade será a distração durante os jogos”, afirma o especialista em segurança da consultoria Suat, José Elias Godoy.

Lista de visitantes –  Para auxiliar o controle de entrada, a principal recomendação é que os moradores deixem na portaria uma lista com os nomes de quem irão receber para assistir aos jogos. E é preciso ter paciência quanto a isto, pois moradores e funcionários devem entender a importância da medida.

Godoy alerta que não é obrigatório aumentar o contingente de funcionários nos dias de jogo, entretanto, os que estiverem em expediente não podem ter sua atenção desviada.

“É normal ter uma televisão na portaria ou o funcionário assistir por meio de um celular. O que não pode acontecer é deixar qualquer individuo entrar, sem fazer um controle, só porque ele informou que vai assistir ao jogo na casa de tal morador”.

Ele explica que o porteiro deve avisar o morador sobre a presença do individuo, solicitando a entrada. É o morador, portanto, quem deve autorizar.

No prédio da estudante de arquitetura Giovana Franziolle, o síndico tomou o cuidado de convocar uma assembleia para informar sobre as medidas relacionadas ao período da Copa.

“Já existe um controle bem rígido de entrada, mas nos dias de jogos haverá uma lista na portaria na qual os moradores deverão deixar o nome e o RG dos visitantes”, explica ela.

Comemore com moderação – Além dos requisitos de segurança referentes à entrada, é preciso que os moradores estejam conscientes quanto a comportamentos inadequados durante o período. Atos de vandalismo e excessos na comemoração podem por em risco a segurança.

“Não é comum haver atos de vandalismo no condomínio, mas para evitar contratempos, quem vai utilizar áreas comuns como a churrasqueira, assinou um termo de responsabilidade”, acrescenta Giovana.

Godoy alerta também sobre os riscos de se soltar rojões ou fogos de artifício das varandas da unidade. “Além de poder provocar acidentes, a atitude desvia a atenção da segurança do empreendimento para o comportamento de um morador”.

Finalmente, a dica do consultor em segurança Florival Ribeiro é que o condomínio verifique o funcionamento do sistema de segurança e iluminação para checar se está funcionando bem.

“As câmeras devem captar o rosto de quem está entrando no condomínio. Essa é uma regra que vale para qualquer ocasião”.

Riscos reduzidos ao mínimo

- Continuam valendo as regras internas de segurança do condomínio

- A atenção principal deve ser para a entrada de visitantes. O recomendável é haver uma lista com os nomes permitidos pelos moradores

- Comportamentos excessivos não devem ser tolerados, afinal, a  comemoração de um termina quando começa o direito à tranquilidade do outro

- Barulho após as 22hs, por exemplo, pode ser punido de acordo com as regras internas, assim como atos de vandalismo e perturbação em geral

  • Por: DANILO SILVA
  • 17/06/2014
  • 1607
  • copa do mundo,futebol,portaria,segurança

Comentários

Categorias

Informes Recentes

VALE ALIMENTACAO - TABELA

2018 - TABELA DE CREDITO ALELO

VALE ALIMENTACAO - TABELA

2018 - TABELA DE CREDITO SODEXO

INFORMATIVO CONJUNTO (Reajuste Salarial)

REAJUSTE SALARIAL / VALE ALM 2018/2019